Motoboy, saiba sobre as Empresa e serviços

MOTOBOY

Motoboy é uma profissão muito popular em alguns lugares do mundo, mas como no Brasil você não vai encontrar, é sem precedentes. Essa profissão é tão comum e necessária no Brasil principalmente nas grandes capitais do país que é impensável não utilizar esse serviço diariamente, principalmente para as médias e grandes empresas.

Uma profissão que surgiu por volta de 1980 e que se popularizou muito rápido pela necessidade de entregar pacotes, documentos e quaisquer outros itens e objetos necessários, além de sua agilidade que mesmo para a época já era agradável.

Um serviço atualmente atende as necessidades de nossa sociedade, que é cada vez mais rápida, ágil, que não gosta de “perder” tempo com nada, e é isso que os motoboys nos proporcionam, uma agilidade nas entregas, encomendas por toda a cidade aos montes.

São rápidos para atender os chamados e tentam ser o mais rápido possível para realizar a entrega para o receptor com a mesma agilidade, de eu dê para otimizar seu tempo entre entregar uma encomenda e já partir para buscar outra em qualquer outro lugar.

Os motoboys devem andar sempre regularizados com documentação da moto como seus próprios documentos, isso é básico, fora isso, devem sempre estar com colete de identificação, um baú de transporte de carga e acessórios de segurança, itens muito importantes para preservar a vida do motoqueiro.

Atualmente é uma profissão regulamentada com critérios para exercer a profissão como tempo de experiência de no mínimo 2 anos com carteira A, que é a que se permite pilotar motos. Já houve muitos projetos acerca dessa profissão tanto para melhorar quanto para limitar, mas não deram e nada.

Já existiram até mesmo projetos para acabar com a profissão, mas o apelo pelo serviço e muito grande e nem preciso dizer eu não deu em nada além de suada. Os serviços dos motoboys podem até não ser muito valorizado no sentido monetário, mas são essências.

 

 SERVIÇOS DE MOTOBOY

moto paradaExiste uma confusão muito grande sobre o que um motoboy pode ou não pode transporta em suas viagens, corridas que é designado. Mesmo depois de alterações da Lei de número 12.009/2009 que regulamentou e adotou inúmeras alterações e atitudes para quem trabalha nesse serviço de transporte.

Tudo isso para melhorar a segurança de ambas as partes e para qualquer pessoa que queira trabalhar com esse serviço tem que adotar as medidas. E entre elas se encontram as regras, capacidades e limites de carga.

O serviço de transporte é sempre limitado pela capacidade do baú do motoboy em questão. Dessa forma, na maior, nada que passe dos limites do baú pode ser transportado. Também não é permitido amarrar caixas em cima do baú para “aumentar” a capacidade de carga.

Também é expressamente proibido o transporte de galões de água, botijão de gás. Não é permitido o transporte de dinheiro, qualquer valor ou para qualquer lugar que seja. O transporte de animais é permitido, desde que devidamente seguros em casinhas etc. Para não colocar a vida do animal nem do motoqueiro em risco.

Fora essas especificações que são as mais sérias, que são as principais que temos que prestar atenção quando formos precisar de um motoboy, o restante pode ser feito e transportado normalmente, sem qualquer medo de ser feliz.

Normalmente a corrida é cobrada no por km rodado ou por acordo prévio feito entre contratado e contratante, isso nos casos de pedidos de corridas feitas independentes de empresas direcionadas para esse serviço de transporte.

Isso porque quando os pedidos são feitos por meio de uma empresa destinada a esse serviço, como por aplicativos de celular e mesmo empresas locais que você conhece, os valores já são pré-definidos com base nas rotas.

Os valores podem variar também dependendo do horário da corrida, se tiver que esperar alguém ou alguma coisa e o tipo de carga que o motoboy vai carregar.

 

PERIGOS E DESAFIOS DO MOTOBOY

homem pilotando motoA profissão de motoboy possivelmente é uma das mais perigosas, no sentido de assaltos e acidentes do país. Uma vez que é fácil ver isso com dados assustadores de acidentes e mortes.

Segundo pesquisas, por ano, acontecem mais de 200 mil acidentes com motocicletas no país e mais de 70% desses incidentes resultam em vitimas com quadro gravíssimo e/ou fatais.

Os motoboys que trabalham 24 horas enfrentam desafios, como a clandestinidade e o trânsito caótico. A incerteza de assaltos constantes para aqueles que realizam seus serviços, muitas vezes, de forma autônoma, sem estar vinculado a uma empresa.

Muitos preferem trabalhar de forma “isolada” porque veem vantagens nisso. Mas na a tendência são cada vez mais os motoqueiros que atuam na profissão de forma autônoma, pois fica mais fácil reivindicar qualidade de trabalho, essas empresas já tem uma demanda muito alta de clientes, logo, a pessoa não ficará parada.

Há quem classifique essa profissão como “suicida” e meio que não podemos discordar disso. Existem inúmeros desafios na profissão e alguns dos principais dificuldades podem ser elencados dessa forma que corroboram essa afirmação:

  • Pistas escorregadias
  • Mau tempo
  • Congestionamento
  • Imprudência de motoristas
  • Área onde vai ser feita a entrega
  • Tempo de entrega

Esses fatores somados podem ocasionar inúmeros acidentes dos mais simples aos mais graves possíveis, podendo ocasionar vitimas fatais. O que não é raro de ser ver ou ficar sabendo por meio de um comentário ou uma notícia.

Existem empresas que já estão adotando até mesmo seguro de vida para os seus motoboys por conta desse alto índice de acidentes, e é sobre essas empresas que vamos falar agora.

 

EMPRESA DE MOTOBOY

MotoboyAs empresa de motoboy são muito comuns atualmente, assim como existem inúmeros aplicativos para táxis, Uber também existem muitos voltados para o serviço de motos, transporte de cargas em duas rodas.

Essas empresas funcionam como uma “terceirizada”, mais ou menos assim, você liga par essa empresa ou faz o pedido por meio de aplicativos, o pedido é recebido e direcionado, normalmente, para os motoboys que estiverem mais próximos da área destinada do pedido.

Depois que alguém aceita a corrida é dele. Essas empresas detêm certa credibilidade e o volume de pedidos é muito alto por isso é muito vantajoso para alguém que deseja começar nesse ramo ingressar em uma empresa do gênero.

O motoqueiro vai ter que pagar algumas taxas o que varia de empresa para empresa, até mesmo cooperativas, termo e modelo de negócio que já está defasado, tem suas taxas e porcentagens que devem ser pagar para a manutenção desse motoqueiro.

Como atualmente a grande febre são os aplicativos de transporte, essa se torna uma das maneiras mais rápidas e eficientes para contratar o serviço.   Acesse outro artigo neste blog,  como pilotar uma moto

Quer saber mais sobre essa profissão? Tem alguma dúvida a respeito de como funcionam as empresas de motoboys? Deixe aqui seu comentário.

gostou deste artigo ? compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *